CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Maratonas Aquáticas

14/04/2019 11:06:47

Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho são campeões do Troféu Brasil Maria Lenk de Maratonas Aquáticas


Prova foi realizada na manhã deste domingo, no Rio de Janeiro.

Foto: Divulgação/CBDA Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho são campeões do Troféu Brasil Maria Lenk de Maratonas Aquáticas
14/04/2019 11:06:47

(Rio de Janeiro, 14 de abril de 2019) Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho são os campeões do Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu Brasil Maria Lenk – Maratonas Aquáticas. Em disputa realizada na manhã deste domingo (14), na Praia Vermelha, no Rio de Janeiro, a dupla garantiu classificação para o Mundial de Esportes Aquáticos na prova de 5 km. Viviane Jungblut está garantida no Mundial nos 5 km. A segunda vaga do masculino ainda está indefinida.

Entre os homens, Diogo Villarinho começou a prova liderando o pelotão. Na primeira volta, ele liderava a disputa. Na segunda volta, Luiz Gustavo Barros apertou o ritmo e passou a liderar a prova. Da terceira volta em diante, Diogo Villarinho tomou a liderança para vencer com o tempo 58m46s. Fernando Ponte e Allan do Carmo empataram em segundo lugar: 58m48s. Com o empate, a classificação fica, temporariamente, indefinida. A CBDA emitirá um boletim com a convocação em alguns dias.

“Fiquei em terceiro na prova de 10 km e não tinha garantido a vaga ainda. Ficou aquele sentimento do quase, mas, agora, está tudo certo. Estou mais aliviado. É uma felicidade grande estar no meu terceiro Mundial. Poucos nadadores têm três Campeonatos Mundiais na carreira. Estou bem feliz e com a expectativa para o Mundial”, contou Villarinho.

No feminino, Ana Marcela tomou a ponta da prova na segunda volta e não largou mais para vencer com o tempo de 56m02s00. Viviane Jungblut, que chegou a liderar uma parte da disputa, terminou em segundo com 56s02s10. Betinha Lorscheitter completou o pódio 56m02s20

“A Viviane e eu estamos muito bem a nível mundial. Foi uma prova boa, um bom treinamento e mostra que estamos no caminho certo. Foi uma prova bem forte, pois o pessoal que está aqui também vai disputar a piscina e todos estão em ótima forma”, falou a campeã.

“Foi uma prova com um ritmo forte. No final, consegui me manter na frente e garantir a classificação. A expectativa é alta, pois, desta vez, vou nadar os 10 km, que é seletiva olímpica, e os 5 km. Podemos dizer que estou evoluindo e fico feliz com isso”, falou Viviane.

O Troféu Brasil Maria Lenk segue, agora, com as provas de piscina. A partir desta terça-feira (16), no Parque Aquático Maria Lenk, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, os melhores nadadores do país tentam vagas para a seleção brasileira que irá ao Mundial de Esportes Aquáticos e aos Jogos Pan-Americanos.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.Seleção brasileira fez bonito na estreia da competição


Departamento de Comunicação - CBDA