CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

01/11/2017 21:15:00

Com recordes e homenagem, Troféu Maurício Bekenn agita piscina do GNU


Garotos batem recordes de categoria e de campeonato em tarde de homenagem a Caio Felipe Mendes Ottoni

Foto: CBDA/Divulgação Com recordes e homenagem, Troféu Maurício Bekenn agita piscina do GNU
01/11/2017 21:15:00

(Porto Alegre, 1° de novembro de 2017) Dois garotos se destacaram positivamente nesta quarta-feira (1), primeiro dia de disputas do Campeonato Brasileiro Infantil de Verão de Natação – Troféu Maurício Bekenn. Stephan Steverink e Raphael Windmuller estabeleceram os novos recordes de campeonato e de categoria nos 200m peito infantil I e II, respectivamente. A competição também foi marcada por uma homenagem ao jovem Caio Felipe Mendes Ottoni, morto na última semana.

Um dos destaques do primeiro dia de competições mostrou a que veio já nas eliminatórias, realizadas no período da manhã. Com o tempo de 2m29s34, Stephan Steverink, do Instituto Novos Cielos, bateu os recordes de campeonato e brasileiro dos 200m peito da categoria infantil I.

Depois de todas as eliminatórias realizadas no período da manhã, os atletas voltaram à piscina à tarde para as disputas finais do primeiro dia de competições. Stephan Steverink voltou a se destacar. Ele venceu a prova com o tempo de 2m32s98 e ficou com a medalha de ouro. Theo Beraldi, também do Instituto Novos Cielos, com o tempo de 2m33s7, ficou com a prata e Pedro Henrique Brandão, do Tijuca Tênis Clube, com a marca de 2m36s86, obteve o bronze.

“Treinei muito para esta prova, mas não esperava que fosse bater o recorde já pela manhã. Fiquei muito feliz com essa marca e, agora, quero melhorar meus tempos. É muito bom competir em um torneio com tanta tradição quanto este”, disse o garoto.

Se não bastasse o desempenho nos 200m peito, Stephan voltou para a piscina para ser campeão dos 1500m livre. Ele conquistou o título com o tempo de 16m42s96. Vitor Sega, com 16m41s65, ficou em segundo lugar e Heitor Raiol, com 17m24s18, com o bronze.

Na mesma prova, mas na categoria infantil II, o atleta Raphael Windmuller, do Clube Curitibano, estabeleceu o novo recorde brasileiro da categoria e o recorde de campeonato ao bater a marca de 2m24s94. Pedro Henrique Pimentel, do Olaria, ficou em segundo e João Vieira Garcia, do Corinthians, em terceiro.

“Foi uma grande felicidade. Nós trabalhamos pensando em título e, quando vem o recorde, dá uma felicidade ainda maior. Estou muito feliz com meu resultado e agradeço a todos que contribuíram para que eu chegasse aqui”, falou.

Homenagem

O primeiro dia de competições do Campeonato Brasileiro Infantil de Natação – Troféu Maurício Bekenn foi marcado pela emoção. Na abertura da competição, atletas, técnicos, pais, professores e pessoas que estavam no Grêmio Náutico União prestaram homenagem ao jovem Caio Felipe Mendes Ottoni, nadador do Tijuca Tênis Clube, morto na última quarta-feira (25), no Rio de Janeiro.

Caio era natural do Rio de Janeiro e treinava no Tijuca Tênis Clube com a equipe infantil quando sofreu um ataque cardíaco. Caio chegou a receber atendimento médico, mas faleceu.

O presidente da CBDA, Miguel Cagnoni, também prestou homenagens ao garoto, aos familiares e amigos.

“Era para ser apenas um dia de comemorações, mas, infelizmente, não é. Nós tivemos uma perda grande e que deixa qualquer pessoa abalada. Este garoto poderia estar aqui. Peço a todos que estejam competindo que façam seu melhor em homenagem ao Caio”, relatou em discurso feito na abertura do evento.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

Os Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA