CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

11/08/2018 10:07:40

Revezamento do Brasil é campeão do Pan-Pacífico de Natação; Lanza é bronze


Brasil conquistou a primeira medalha de ouro na competição

Foto: Divulgação/CBDA Revezamento do Brasil é campeão do Pan-Pacífico de Natação; Lanza é bronze
11/08/2018 10:07:40

(Rio de Janeiro, 11 de agosto de 2018) O Brasil teve um dia dourado em terras japonesas. Neste sábado (11), terceiro dia de competições do Pan-Pacífico, que é realizado em Tóquio, a seleção obteve sua primeira medalha de ouro. O lugar mais alto no pódio veio com o revezamento 4x100m livre. O time brasileiro ainda conquistou uma medalha de bronze com Vinicius Lanza.

Mesmo com apenas dois integrantes do revezamento vice-campeão Mundial em Budapeste, o revezamento 4x100m livre do Brasil mostrou que é muito forte. Formado por Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Marco Antonio Ferreira Júnior e Pedro Spajari, a equipe brasileira terminou a prova com o tempo de 3m12s02. A seleção americana terminou à frente do Brasil, mas foi desclassificada por trocar a ordem de seus nadadores durante a prova.

"A união é determinante para que este revezamento esteja sempre brigando por medalhas. Nós somos muito unidos. Mostramos em Budapeste que estamos entre os melhores e não vamos sair. Vamos com tudo visando os Jogos Olímpicos", disse um atleta mais experiente do revezamento, Marcelo Chierighini.

Antes disso, porém, o Brasil já havia conquistado mais uma medalha na competição. Vinicius Lanza brilhou nos 100m borboleta e, com o tempo de 51s44, obteve o bronze na disputa. O ouro ficou com Caleb Dressel, dos Estados Unidos, e a prata com John Conger, também dos EUA.

Outros brasileiros também estiveram em finais neste sábado: Fernando Scheffer ficou em sexto nos 400m livre (3m50s55) e Leonardo Santos em sétimo nos 200m medley (1m58s83). Nas finais B, Leonardo de Deus nadou os 100m borboleta para 53s19 e Brandonn Almeida nadou os 200m medley com o tempo de 2m01s34.

Ao fim do terceiro dia de competições, o Brasil soma quatro medalhas no torneio (um ouro, uma prata e dois bronzes). A competição segue neste domingo com eliminatórias a partir das 22h (de Brasília) e finais às 5h30. Participam da competição: Argentina, Austrália, Bahamas, Canadá, China, Ilhas Cook, Colômbia, Equador, Guam, Ilhas Marianas, Japão, Nova Zelândia, Oman, Palau, Peru, Filipinas, Tailândia e Estados Unidos.

Veja os resultados dos brasileiros:

400m livre - Fernando Scheffer - 6º - 3m50s55

100m borboleta - Leonardo de Deus (final b) - 53s19

100m borboleta - Vinicius Lanza - bronze - 51s44

200m medley - Brandonn Almeida (final b) - 2m01s34

200m medley - Leonardo Santos - 7º - 1m58s83

4x100m livre - Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Marco Antonio Ferreira Jr e Pedro Spajari - Ouro 3m12s02.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA