CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

27/08/2018 19:59:35

Nicholas Santos, Breno Correia, Luiz Altamir e Guilherme Guido fazem índices para Mundial


Dia também teve recordes sul-americanos

Foto: CBDA/Divulgação Nicholas Santos, Breno Correia, Luiz Altamir e Guilherme Guido fazem índices para Mundial
27/08/2018 19:59:35

(São Paulo, 27 de agosto de 2018) O quarto dia de competições do Campeonato Brasileiro Absoluto de Natação – Troféu José Finkel – Taça Correios foi, novamente, recheado de índices. Nesta segunda-feira (27), na piscina do Pinheiros, em São Paulo, Nicholas Santos, Breno Correia, Luiz Altamir Lopes Melo e Guilherme Guido alcançaram as marcas que precisavam para ir ao Mundial de Hangzhou, na China.

Nicholas Santos, aos 38 anos, mostra que é o grande nome dos 50m borboleta do Brasil. O atleta da Unisanta não só obteve o índice para o Mundial da China, como também quebrou o recorde Sul-Americano da prova em piscina de 25m (22s17). Com o índice, Nicholas irá ao seu oitavo Campeonato Mundial. A marca também foi recorde Sul-Americano.

“Os 50m borboleta é uma prova que eu me sinto muito bem, é a prova que eu mais gosto. Então estou feliz de poder conseguir chegar a essa marca. Queria nadar voltar a nadar para 21s, era um objetivo e consegui alcança-lo. Agora acho que consigo melhorar esse tempo neste que será meio oitavo Mundial”, disse.

Outro atleta que também garantiu sua vaga no Mundial de Hangzhou foi Breno Correia. O atleta do Pinheiros obteve sua classificação nos 200m livre com o tempo de 1m42s99. Com a marca, o nadador conquistou a medalha de prata no Troféu José Finkel. O ouro foi para Luiz Altamir Lopes Melo, que também fez o índice, mas já estava garantido na competição pela marca que já havia feito nos 200m borboleta.

“Quero agradecer muito a equipe do Pinheiros que tem papel fundamental nessa minha conquista. É a primeira vez que consigo a Seleção adulta e isso me deixa muito feliz. Agora tenho que me preparar ainda mais para ir ao Mundial e conseguir fazer bonito”, falou Breno.

Além de Altamir, Guilherme Guido também repetiu a boa atuação do último domingo e alcançou mais um índice para o Mundial de piscina curta. Desta vez, o atleta do Pinheiros garantiu sua vaga nos 100m costas (49s62). A marca também foi recorde Sul-Americano.

“Feliz demais de obter mais um recorde Sul-Americano e também o índice. Consegui fazer mais uma prova boa e estou contente de conseguir fazer os dois índices e dois recordes nas provas de costas”, explicou Guido.


Quem também voltou a brilhar foi Larissa Oliveira. Depois de obter o recorde Sul-Americano e o índice nos 100m livre, a atleta do Pinheiros também obteve a marca continental nos 200m livre nesta segunda-feira.

“Feliz com mais um recorde. Quem me conhece sabe que não gosto muito de nadar essa prova, mas conversei antes com a Flavia Delaroli e ela me falou algumas palavras que me incentivou bastante. Deu certo e consegui essa marca que é muito importante”, explicou.

A competição segue nesta terça-feira (28), último dia de disputas do Troféu José Finkel – Taça Correios, com as provas: 200m peito, 50m livre, 800m livre feminino e 1500m livre masculino. O torneio é transmitido ao vivo pela TV CBDA.

 Atletas que já têm índice:

Vinicius Lanza – 200m medley e 200m borboleta

Caio Pumputis – 200m medley

Luiz Altamir Lopes Melo – 200m borboleta e 200m livre.

Etiene Medeiros – 50m costas

Guilherme Guido – 50m e 100m costas

Felipe Lima – 50m peito

Larissa Oliveira – 100m livre.

Nicholas Santos – 50m borboleta

Breno Correia – 200m livre.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA