CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

08/10/2018 20:15:12

Revezamento feminino termina em quarto; Sartori e Maria Luiza Pessanha ficam em sexto no YOG


Brasil esteve em três finais nesta segunda-feira.

Foto: Jonne Roriz/Exemplus/COB Revezamento feminino termina em quarto; Sartori e Maria Luiza Pessanha ficam em sexto no YOG
08/10/2018 20:15:12

(Rio de Janeiro, 8 de outubro de 2018) O segundo dia de Jogos Olímpicos da Juventude, realizados em Buenos Aires, na Argentina, teve três finais para brasileiros. Nesta segunda-feira (8), Maria Luiza Pessanha, Murilo Sartori e o revezamento 4x100m medley feminino estiveram em disputas decisivas.

O melhor resultado do Brasil, assim como no último domingo, veio em provas de revezamento. Desta vez, a seleção brasileira foi à piscina para o 4x100m medley feminino. Rafaela Raurich, Ana Carolina Vieira, Maria Luiza Pessanha e Fernanda Goeij concluíram a disputa em 4m10s93 e na 4ª colocação

Nas eliminatórias pela manhã, Maria Luiza Pessanha se classificou para a final com o quinto melhor tempo nos 200m borboleta (2m14s83). Nas finais, Maria Luiza melhorou seu tempo terminando a disputa em 2m14s56 e com a 6ª colocação.

Murilo Sartori chegou à final dos 200m livre com segundo melhor tempo das eliminatórias: 1m49s02. No período da tarde, na final, o atleta da seleção brasileira nadou para 1m49s22 e terminou a disputa com a 6ª colocação.

Medalhistas de prata no revezamento 4x100m livre misto no último domingo, Lucas Peixoto, Ana Carolina Vieira e Rafaela Raurich voltaram à piscina nesta segunda-feira. Lucas Peixoto terminou os 200m livre com o 10º melhor tempo da disputa (1m50s76). Raurich foi à semifinal dos 100m livre com 56s80 e Ana Carolina parou nas eliminatórias com 57s. Nas semis, Rafaela terminou a prova com 56s64 e com o 11º lugar.

Veja as disputas dos brasileiros nesta terça-feira:

Ana Carolina Vieira – 100m peito.

Lucas Peixoto – 50m livre.

André Calvelo – 50m livre.

Fernanda Goeij – 200m costas.

Maria Luiza Pessanha – 200m costas.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA