CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

10/10/2018 20:26:59

Calvelo é 4º nos 50m, Rafaela Raurich fica em 6º nos 200m livre e Goeij se classifica para final no YOG


Brasileiros voltaram a fazer bonito nos Jogos Olímpicos da Juventude

(Rio de Janeiro, 10 de outubro de 2018) O Brasil esteve, nesta quarta-feira (10), em mais duas finais nos Jogos Olímpicos da Juventude. André Calvelo ficou em 4º nos 50m livre e Rafaela Raurich terminou em 6º os 200m livre. A competição segue nesta quinta-feira com mais provas para os brasileiros.

Prata com o revezamento 4x100m livre misto e masculino, André Calvelo caiu na piscina nesta quarta-feira para mais uma final. Com o tempo de 22s57, ficou a um décimo de conquistar a medalha de bronze e terminou com a quarta colocação. O ouro foi para Thomas Ceccon, da Itália, a prata para Daniil Markov, da Rússia, e o bronze para Abdeirahman Sameh, do Egito.

Na semifinal dos 50m costas, Fernanda Goeij teve mais um belo desempenho na prova que é sua especialidade. Ela nadou para 28s91 e garantiu um lugar na final da prova que será disputada nesta quinta-feira. Mais cedo, Maria Luiza Pessanha também disputou a prova, mas parou nas eliminatórias com o 18º tempo (29s73).

Na final dos 200m livre, Rafaela Raurich, na raia 2, nadou para 2m01s81 e na 6ª colocação. Mais cedo, Ana Carolina Vieira também disputou os 200m livre, mas parou nas eliminatórias com o 27º tempo (2m06s78).

Também nesta quarta-feira, Vitor Souza nadou os 200m peito. Medalhista nos 4x100m livre na última terça-feira, Vitor nadou pela primeira vez na carreira abaixo dos 2m20: 2m18s83, mas não o suficiente para chegar à final.

Veja as provas desta quinta-feira para os brasileiros

Murilo Sartori – 800m livre

André Calvelo – 100m livre

Lucas Peixoto – 100m livre

Maria Pessanha – 100m borboleta

Vitor Souza – 50m peito


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA