CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

30/11/2018 22:19:03

Stephanie Balduccini vence duas provas, e Stephan Steverink bate outro recorde brasileiro no troféu Maurício Bekenn 2018


Atletas do Paineiras e Clube Esperia respectivamente, foram os principais destaques do terceiro dia

Foto: Ricardo Sodré/SSPress/CBDA Stephanie Balduccini vence duas provas, e Stephan Steverink bate outro recorde brasileiro no troféu Maurício Bekenn 2018
30/11/2018 22:19:03

(Vitória, 30 de novembro de 2018) O terceiro dia do Campeonato Brasileiro Infantil de Natação - Troféu Maurício Bekenn 2018 teve novamente recorde brasileiro batido. Na competição realizada no parque aquático do Clube de Natação e Regatas Álvares Cabral, Stephan Steverink baixou o tempo dos 200m medley infantil 2.

Veja todos resultados do 3° dia de competição
Veja as fotos do evento

Por milésimos a nadadora do Paineras não bateu o recorde brasileiro dos 100m livre no infantil 2. O recorde pertence a Rafaela Raurich com o tempo de 57s0 que foi marcado no dia 12/12/2014, Balduccini ganhou a primeira colocação com o tempo de 57s09 e afirmou surpresa com o seu excelente tempo: “fiquei muito contente com meu resultado, não achei que iria conseguir esse tempo”. Stephanie venceu também os 200m medley com o tempo de 2m25s05. 

Novamente Stephan bateu um recorde brasileiro, dessa vez foi o 200m medley infantil 2. O nadador do Clube Esperia já havia tentado baixar a marca de manhã na eliminatória mas não obteve sucesso. Porém na final ele conseguiu sua meta e estabeleceu a nova marca em 2m08s57, surpreendendo até o técnico Eric Sona: “confesso que me surpreendi, não acreditava inicialmente que era possível, mas na eliminatória ele já fez 2m09s93, e então começou a se tornar possível esse objetivo tão difícil” finalizou.

Steverink revelou que esse resultado e os demais outros já conquistados no troféu Maurício Bekenn, é fruto de muito trabalho: “minha rotina sempre foi de treinos fortes, e durante o dia meu foco é nadar, tudo para mim é natação” confessou o maior destaque do torneio aquático.

Thaiana Amaral venceu os 100m livre e também os 800m livre infantil 1. A competidora que representa o SESI-SP conseguiu vencer duas provas bem distintas, se formos levar em consideração uma prova mais curta e outra mais longa. Thaiana fez o tempo de 58s43 nos 100m livre, e na prova que necessita de uma boa resistência (800m livre) conseguiu marcar 9m34s12.

Pontuação geral dos cinco melhores clubes com o fim do 3° dia de evento.

1° - MINAS TENIS CLUBES - 932,00
2° - CLUBE ESPERIA - 713,00
3° - GNU - 670,00
4° - PAINEIRAS - 661,00
5° - FLUMINENSE FC/RJ - 599,00


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.




Departamento de Comunicação – CBDA