CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

22/08/2014 00:00:00

Primeiro ouro olímpico da natação brasileira jovem e com recorde mundial


Rio de Janeiro/RJ – O primeiro ouro a gente nunca esquece e a vitória inédita de Matheus Santana na prova (...)

Rio de Janeiro/RJ - O primeiro ouro a gente nunca esquece e a vitória inédita de Matheus Santana na prova de 100m livre dos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim já entrou para a história. O nadador carioca que treina na Unisanta/SP, fez 48s25 na prova e superou o próprio recorde mundial, 48s35, estabelecido em 9/05 no Campeonato Brasileiro Júnior. Esta é quarta vez que Matheus bate o recorde mundial júnior dos 100m livre em 2014. A natação brasileira sai da China com uma medalha de ouro e duas medalhas de prata. E Matheus com todas elas no peito (ver no final). O chinês Hexin Yu, ouro nos 50m livre,  largou na frente e liderou a prova até pouco antes da virada, quando Matheus encostou. Na segunda metade o brasileiro arrancou para um final impressionante que o colocou no topo da natação mundial e júnior e como o sexto do ranking mundial do ano. O tempo de Matheus seria medalha de prata no Campeonato Pan-Pacífico, que está sendo disputado em Gold Coast, na Austrália, com grande parte da elite das piscinas internacionais. Ele venceria o campeão olímpico, pois na competição adulta,  a prata ficou com o americano Nathan Adrian, com 48s3o, que foi ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. A decisão de enviar Matheus aos Jogos Olímpicos da Juventude e não ao Pan-Pacífico aconteceu justamente para que não fossem queimadas etapas na carreira do atleta. O supervisor técnico de natação, Ricardo de Moura, explicou quais as diferenças que marcam o grupo que competiu na edição dos Jogos Olímpicos de 2010 para o que está agora em Nanquim. - Aprendemos muito com a primeira competição e tomamos medidas importantes. Modificamos o período de competições da garotada, aproximando as datas com as da equipe adulta. Desta forma, o trabalho foi muito semelhante e isso já foi pensando em 2016. Mantivemos o foco na faixa etária deles, ou seja, tivemos a preocupação em não queimar etapas. Alguns poderiam estar no grupo do Pan-Pacífico, mas é importante que cumpram esta fase. Um bom exemplo disto é a lituana Ruta Meilutyte que é medalhista olímpica de Londres 2012 e está em Nanquim. Algumas providências foram dolorosas, mas necessárias, como o corte do Matheus Santana no Mundial Júnior do ano passado – explicou. Nos demais resultados do dia, por pouco o Brasil não pega o bronze no 4x100m medley misto. O time de Natália de Luccas, Giovanna Diamante, Luiz Altamir Melo e Matheus Santana ficou em quarto com 3m53s93. Luiz Altamir Melo ficou em quinto lugar nos 200m borboleta (1m58s34) e Bruna Primati ficou em sétimo nos 400m livre (4m15s12). Jogos Olímpicos da Juventude 2014 Ouro - Matheus Santana - 100m livre - 48s25 (Recorde Mundial Júnior) Prata - Matheus Santana - 50m livre - 22s43 Prata - Matheus Santana, Luiz Altamir Melo, Nathalia de Luccas e Giovanna Diamante - 4x100m livre misto - 3m31s55 Progressão do Recorde Mundial Júnior 2014 - 100m livre Matheus Santana - Brasileiro Absoluto/ Troféu Maria Lenk 2014 - 48s85 Matheus Santana - Brasileiro Absoluto/ Troféu Maria Lenk 2014 - 48s61 Matheus Santana - Brasileiro Júnior / Troféu Tancredo Neves - 48s35 Matheus Santana - Jogos Olímpicos da Juventude - 48s25