CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

06/09/2014 00:00:00

Finkel termina com equipe renovada para Mundial em Piscina Curta


Guaratinguetá/SP – O Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel 2014 terminou na noite deste sábado, 6/09, em Guaratinguetá, com (...)

Guaratinguetá/SP – O Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel 2014 terminou na noite deste sábado, 6/09, em Guaratinguetá, com 40 recordes superados entre eliminatórias e finais. Em provas individuais foram 29 recordes superados por onze nadadores. A competição foi seletiva para o Mundial em Piscina Curta de Doha, no Catar, de 2 a 6 de dezembro próximo. São 28 atletas com índices em 24 provas para o Mundial. O número oficial e final de atletas ficará a cargo do departamento técnico de natação da CBDA, que nos próximos dias vai decidir sobre os empates ocorridos durante a competição e outros detalhes. O Gerente de Natação da CBDA, Ricardo de Moura, disse que o Finkel foi uma grande competição nacional, após dois grandes resultados internacionais. Segundo ele, a equipe não tem apenas nomes novos, mas novos resultados expressivos. - Viemos de excelentes resultados nos Jogos Olímpicos da Juventude de Nanquim e no Campeonato Pan-Pacífico e conseguimos fazer um ótimo campeonato nacional. Tudo isso faz parte de um processo e de um trabalho de longo prazo. O Mundial de Doha é uma grande oportunidade para os novos valores da natação porque é um campeonato internacional da Federação Internacional, num momento importante de afirmação da seleção brasileira. Renovação não é ter apenas novos nomes, mas novos nomes com resultados significativos. O Finkel mostrou um resultado muito interessante e consistente para a natação feminina. Não podemos esquecer também, que os novos nomes na equipe trazem os novos técnicos e profissionais da equipe multidisciplinar. Todo este staff em contato com os grandes eventos e suas demandas aumenta o intercâmbio e o leque de opções para a natação do país. Em Doha, mesmo sendo um Mundial em Piscina Curta, vamos priorizar os revezamentos olímpicos. Avalio este José Finkel como uma competição forte, que mostrou a maturidade que estamos alcançando. A CBDA terá até o próximo dia 16 de setembro todo o seu passo-a-passo para os Jogos Olímpicos 2016,  nas cinco modalidades. No caso da natação, o Mundial de Doha será um evento também estratégico neste processo – explicou Ricardo. No último dia Cesar Cielo, do Minas Tênis, que havia terminado as eliminatórias dos 100m livre sem o índice para o Mundial, fez 46s08, venceu a prova e está com o primeiro tempo para a competição da FINA e também no ranking mundial do ano, superando o sul-africano Chad Le Clos (46s24). Na segunda vaga mais um empate. João de Lucca fez 47s33 nas eliminatórias e Henrique Martins igualou esta marca com o segundo lugar na final. - Treinei para os 100m borboleta e nadei mal esta prova aqui. Agora este índice na minha última prova na competição me deixou muito surpreso e feliz. Mesmo tendo a questão do desempate na prova individual, ele já me coloca no revezamento e isso é motivo para comemorar. Segundo o critério divulgado no Boletim de natação 189/14 no portal da cbda (www.cbda.org.br), em caso de empate, o desempate é o melhor índice técnico em outras provas, ou seja, só se saberá quem vai ao Catar nadar a prova individual dos 100m livre masculino após uma análise do departamento técnico da CBDA. É a mesma situação dos 100m borboleta, entre Daynara de Paula e Daiene Dias que empataram no segundo dia de competições com 57s64. O revezamento 4x100m livre está definido para o Mundial com Cesar Cielo (46s08), Henrique Martins (47s33), João de Lucca (47s33) e Nicolas Nilo (47s65). Cesar Cielo avaliou sua participação na competição. - Tive uma boa participação, não excelente, mas boa. Consegui as minhas classificações e agora é treinar e melhorar os detalhes para o mundial. Eu sempre gostei de piscina curta (25 metros) e acho importante a participação em um Mundial, principalmente para os mais novos. É diferente chegar em uma prova e olhar para o lado  e ver Manaudou, o Phelps, o Ryan Lochte, é uma experiência diferente e não tem como se adquirir de outra forma. Espero que muitos desse grupo grande, que vai para Doha, aproveitem a maturidade e a experiência internacional, e que o nosso grupo se fortaleça até as Olimpíadas, para poder concretizar o nosso plano de fazer uma bela campanha em casa –  analisou Cielo. Larissa Oliveira, do Pinheiros/SP, nadou os 100m livre em 52s88 e bateu o recorde brasileiro e sul-americano de Tatiana Lemos, 53s19, feito em etapa da Copa do Mundo de Natação em 2009. A marca de campeonato ficou com a holandesa Frederike Heemskerk (52s34), do Minas Tênis Clube. - Já estava pensando neste recorde e fiquei muito feliz porque este tempo classifica também o revezamento medley – disse. O tempo de Larissa classificou o revezamento medley. A única dúvida é sobre quem nadará o estilo borboleta devido ao empate. No entanto, além de Larissa para o livre entrarão Ana Carla Carvalho no estilo peito e Etiene Medeiros nadando costas. Felipe França Silva, do Corinthians/SP, por um centésimo não bateu o próprio recorde sul-americano dos 50m peito (25s70).  João Gomes Junior, do Pinheiros/SP, ficou em segundo e com índice para o Mundial, 26s54. Felipe disse que os resultados superaram suas expectativas. - Não imaginava fazer esses tempos aqui. Agora é treinar firme. Acho que não vai ser preciso melhorar muito pra ficar entre os três, mas vamos trabalhar potência e outras coisas para que fique tudo perfeito. Como eu já disse antes, depois dos Jogos Olímpicos de Londres passei por uma turbulência. Repensei a vida e agora estou retornando sabendo que tudo acontece no tempo certo. O atleta se cobra muito, é muito perfeccionista e isso é normal, mas amadureci bastante e estou fazendo o trabalho certo, na hora certa – explicou. O Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel 2014 conta com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá. Resultados Finais - 6ª etapa 100m Livre Fem – 1) Frederike Heemskerk – Minas Tênis – 52s34 – Recorde de Campeonato / 2) Larissa Oliveira – Pinheiros – 52s88 – Recorde Sul-americano e Brasileiro / 3) Daynara de Paula – Sesi/SP – 53s80 100m Livre Masc – 1) Cesar Cielo – Minas Tênis – 46s08 / 2) Henrique Martins – Minas Tênis – 47s33 / 3) João de Lucca – Pinheiros – 47s56 50m Peito Fem – 1) Moniek Nijhuis – Minas Tênis – 30s12 – Recorde de Campeonato / 2) Ana Carla Carvalho – Pinheiros – 31s02 / 3) Carolina Bergamaschi – Minas Tênis – 31s14 50m Peito Masc – 1) Felipe França – Corinthians – 25s71 – Recorde de Campeonato / 2) João Gomes Junior – Pinheiros – 26s54 / 3) Felipe Lima – Minas Tênis – 26s58 200m Costas Fem – 1) Andrea Berrino – Unisanta – 2m08s01 – Recorde de Campeonato / 2) Natalia de Luccas – Corinthians – 2m09s18 / 3) Florência Perotti – Grêmio Náutico União – 2m11s77 200m Costas Masc – 1) Leonardo de Deus – Corinthians – 1m53s36 / 2) Fernando Ernesto – Corinthians – 1m53s68 / 3) Fabio Santi – Pinheiros – 1m54s64 Rev. 4x100m Medley Fem –  1) Minas Tênis – Frederike Heemskerk, Moniek Nijhuis, Dandara Antônio e Carolina Bergamaschi – 3m59s48 / 2) Pinheiros – Aline Caetano, Ana Carla Carvalho, Daniele Jesus e Larissa Oliveira – 4m02s90 / 3) Sesi/SP – Daynara de Paula, Andressa Sango, Giovanna Diamante e Jessica Cavalheiro – 4m05s40 Rev. 4x100m Medley Masc – 1) Pinheiros – Guilherme Guido, João Gomes Junior, Guilherme Rosolen e Bruno Fratus – 3m28s07 / 2) Minas Tênis – Fernando da Silva, Felipe Lima, Marcos Macedo e Cesar Cielo – 3m30s38 / 3) Unisanta – Lucas Salatta, Tales Cerdeira, Nicholas Santos e Thiago Sickert – 3m31s73 Índices para Mundial de Doha 2014 100m Medley – Thiago Pereira (52s45) 100m Medley – Thiago Simon (53s07) 200m Livre – João de Lucca (1m43s19) 200m Livre – Nicolas Oliveira (1m43s74) 100m Costas – Etiene Medeiros (57s53) 100m Costas – Guilherme Guido (50s49) 100m borboleta – Etiene Medeiros (57s40) *100m borboleta – Daynara de Paula (57s64) e Daiene Dias (57s64) 100m borboleta – Marcos Macêdo (50s06) 100m borboleta – Nicholas Santos (50s60) 200m Peito – Thiago Simon (2m04s28) 200m Peito – Felipe França Silva (2m04s50) 50m Livre – Etiene Medeiros (24s15) 50m Livre – Larissa Oliveira (24s41) 50m Livre – Cesar Cielo (20s68) 50m Livre – Bruno Fratus (21s40) 400m Medley – Thiago Simon (4m06s38) 200m Borboleta – Leonardo de Deus (1m53s11) 200m Borboleta – Lucas Salatta (1m53s12) 100m Peito – Felipe França (56s25) 100m Peito – Felipe Lima (57s99) 50m Costas – Etiene Medeiros (26s41) 50m Borboleta – Nicholas Santos (22s43) 50m Borboleta – Cesar Cielo (22s46) 200m Medley – Thiago Simon (1m54s53) 200m Medley – Henrique Rodrigues (1m56s11) 100m Livre – Larissa Oliveira (52s88) 100m Livre – Cesar Cielo (46s08) 100m Livre – João de Lucca (47s33) e Henrique Martins (47s33) 50m Peito Masc – Felipe França (25s71) 50m Peito Masc – João Gomes Junior (26s54) Rev. 4x200m Livre Fem – Larissa Oliveira, Jessica Cavalheiro, Manuella Lyrio e Giovanna Diamante Rev. 4x200m Livre Masc – João de Lucca, Nicolas Oliveira, Gustavo Godoy e Fernando Ernesto Rev. 4x100m Livre Fem – Larissa Oliveira, Daynara de Paula, Graciele Herrmann e Alessandra Marchioro Rev. 4x100m Livre Masc – Cesar Cielo, João de Lucca, Henrique Martins e Nicolas Oliveira Rev. 4x100m Medley Fem – Obs: A formação deste revezamento será definida pela comissão técnica da CBDA.  Ana Carla Carvalho foi a melhor atleta do Finkel no estilo peito. Rev. 4x100m Medley Masc - A formação deste revezamento será definida pela comissão técnica da CBDA.