CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

05/09/2014 00:00:00

Penúltimo dia com índices para o Mundial, recordes e um time que já soma 23 atletas


Guaratinguetá/SP – O penúltimo dia do Campeonato Brasileiro – Troféu José Finkel 2014, na noite desta sexta-feira, 5/09, contou com (...)

Guaratinguetá/SP – O penúltimo dia do Campeonato Brasileiro – Troféu José Finkel 2014, na noite desta sexta-feira, 5/09, contou com novos recordes e um time para o Mundial em Piscina Curta de Doha, em dezembro, que já conta com 23 atletas com índices em 17 provas. Numa disputa bem acirrada, Nicholas Santos, da Unisanta/SP, desta vez levou a melhor e venceu o duelo com Cesar Cielo, do Minas Tênis/BH, nos 50m borboleta. Nicholas fez 22s43 e melhorou o tempo feito pela manhã, 22s63. Cielo bateu em 22s46 e também baixou bastante os 23s05 das eliminatórias. Os dois possuem agora o segundo e terceiro tempos do ranking mundial de 2014. Na frente deles por enquanto está o sul-africano Chad Les Clos (22s02), com marca feita em agosto. - Tenho que sentar com o técnico para definir o que vamos fazer. Os tempos estão um pouco longe para ganhar o ouro no Mundial. Meu objetivo é nadar abaixo de 22 segundos. Estou empolgado com o Mundial, só queria estar nadando um pouco melhor aqui. Também estou vindo de uma jornada puxada. Acabei de voltar do Pan-Pacífico (na Austrália, no final de agosto) e ainda fora do fuso horário. Eu acho que temos um time que tem tudo para ganhar medalhas e bater recordes. No revezamento medley, por exemplo, se todos os principais nadarem, vai todo mundo entrar com a cabeça no ouro e no recorde mundial. Mas ainda precisamos acertar vários detalhes – explicou Nicholas. Logo após a prova, Cesar falou à TV: - Para ser sincero eu acho que, tanto o Nicolas quanto eu, a gente nada mais rápido que isso. O Nicholas é o atual campeão mundial em piscina curta, eu acho que ele tem um 22.1, 22.0 dentro dele. Eu achei que eu tinha um 22.2 hoje, mas foi isso. Acho que ter feito o índice foi bacana. É uma prova que provavelmente eu não nade no mundial, ela coincide com os 50m livre. Eu queria ter ganho a prova, não vou mentir não, apesar da amizade e do respeito que eu tenho com o Nicholas, a gente quer sempre ganhar um do outro. Ele deu o troco em mim agora, do Maria Lenk de piscina longa, mas vou torcer muito para ele conseguir esse bicampeonato no final do ano - disse.  E sobre a expectativa para a prova dos 100 m livre de sábado, 6/09, Cesar completou: - E eu estou na expectativa de fazer 45s alguma coisa, nem que seja um 45.99, eu acho que já seria uma marca boa pra mim. Vamos ver se eu vou conseguir colocar uma prova boa amanhã - finalizou. Os dois medalhistas do borboleta voltaram à piscina para o revezamento 4x100m livre. O time do Minas (3m08s24) venceu superando o próprio recorde de campeonato de 2010 e que a equipe do Flamengo igualou em 2012 (3m10s52). A prata ficou com a equipe do Pinheiros de João de Lucca, Leonardo Alcover, Bruno Fratus e Andre Daudt (3m09s22). A Unisanta de Nicholas, Matheus Santana, Vinicuius Waked e Thiago Sickert ficou com o bronze (3m12s00). Depois do revezamento, Cesar voltou a falar das expectativas para os próximos eventos. - No Mundial eu vou priorizar os 50m livre - que bate com as provas de 50m borboleta- e os 100m livre. O Brasil tem um time forte de sete velocistas – Eu, o Bruno Fratus, o Nicolas Nilo, o Nicholas Santos, o Marcelo Chierighini, o João de Lucca, o Matheus Santana - e já tem nadadores para diversificar em competições. O Sul-Americano, por exemplo, não vai dar pra mim porque estou treinando e competindo em piscina curta, mas para o Matheus (Santana) pode ser uma grande competição. Acho que ele ainda vai ter um crescimento muito grande, enquanto nós, os mais velhos, vamos evoluir num ritmo menos acelerado. Mas até 2016 podemos ter um time forte para disputar medalha e brigar por algo muito bom para a natação brasileira no revezamento 4x100m livre. No feminino, o revezamento do Minas Tênis (3m37s53)  também venceu com recorde de campeonato. A equipe de Carolina Bergamaschi, Roberta Albino, Manuella Lyrio e Frederike Heemskerk bateu os 3m37s61 que o próprio clube estabeleceu em 2012. Nos 200m medley Thiago Simon conseguiu seu terceiro índice para o Mundial de Doha. Ele marcou 1m54s53 superando facilmente os 1m56s31 da marca estipulada. A história emocionante do dia ficou por conta de Henrique Rodrigues, do Pinheiros/SP, que volta à ativa depois de uma operação nos músculos bíceps e supraespinoso do lado esquerdo, em janeiro deste ano. Emocionado, ele disse estar ansioso para o retorno com força total. - Um dos meus tendões estava achatado e o outro, totalmente rompido. Passa tudo pela cabeça nessas horas. Você fica se perguntando se vai conseguir voltar e se voltar se vai ser como era antes. É um tremendo alívio conseguir este índice e sinto que estou melhor do que eu estava antes de operar. Agora não vejo a hora de estar em plena forma outra vez. Estou com fome de água e vou com tudo pra esse Mundial – desabafou. Miguel Valente, do Minas Tênis, vai despontando como o nadador das provas mais longas da competição. Ele venceu os 400m livre em 3m44s43, que foi recorde da competição. O tempo antigo, 3m44s73, era de Armando Negreiros desde 2005. Na etapa anterior ele também derrubou a marca antiga dos 800m livre, feita no mesmo ano. O Campeonato Brasileiro Absoluto – Troféu José Finkel 2014 conta com recursos dos Correios – Patrocinador Oficial dos Desportos Aquáticos Brasileiros, e ainda do Bradesco/Lei de Incentivo Fiscal, Lei Agnelo/Piva – Governo Federal – Ministério do Esporte, Speedo, Sadia e Universidade Estácio de Sá Resultados Finais – 5ª etapa 200m Medley Fem –  1) Frederike Heemskerk – Minas Tênis – 2m07s91 Recorde de Campeonato / 2) Gabriele Roncatto – Pinheiros – 2m12s52 / 3) Florência Perotti - Grêmio Náutico União - 2m13s35 200m Medley Masc – 1) Thiago Simon – Corinthians – 1m54s53 / 2) Henrique Rodrigues – Pinheiros – 1m56s11 / 3) Fernando da Silva – Minas Tênis – 1m56s57 50m Borboleta Fem – 1) Daynara de Paula – Sesi/SP – 26s07 / 2) Daiene Dias – Botafogo – 26s38 / 3) Daniele Jesus – Pinheiros – 26s66 50m Borboleta Masc – Nicholas Santos – Unisanta – 22s43 / 2) Cesar Cielo – Minas Tênis – 22s46 / 3) Glauber Silva – Iate Clube de Brasília – 22s88 400m Livre Fem – 1) Jessica Cavalheiro – Sesi/SP – 4m07s98 / 2) Bruna Primati – Sesi/SP – 4m08s41 / 3) Manuella Lyrio – Minas Tênis – 4m09s68 400m Livre Masc – 1) Miguel Valente – Minas Tênis – 3m44s43 – Recorde de Campeonato / 2) Marcos de Oliveira – Minas Tênis – 3m46s61 / 3) Lucas Kanieski – Minas Tênis – 3m47s58 Rev. 4x100m Livre Fem – 1) Minas Tênis – Carolina Bergamaschi, Roberta Albino, Manuella Lyrio e Frederike Heemskerk – 3m37s53 – Recorde de Campeonato / 2) Pinheiros – Gabriele Roncatto, Larissa Oliveira, Luana Ribeiro e Paula Galvão – 3m39s32 / 3) Sesi/SP – Gioavanna Diamante, Priscila de Souza, Daynara de Paula e Jessica Cavalheiro – 3m39s49 Rev. 4x100m Livre Masc – 1) Minas Tênis – Henrique Martins, Nicolas Oliveira, Fernando Silva e Cesar Cielo – 3m08s24 – Recorde de Campeonato / 2) Pinheiros – João de Lucca, Leonardo Alcover, Bruno Fratus e Andre Daudt – 3m09s22 / 3) Unisanta – Matheus Santana, Nicholas Santos, Vinicius Waked e Thiago Sickert – 3m12s00 Índices para Mundial de Doha 2014 – Até a noite de 5/09. 100m Medley – Thiago Pereira (52s45) 100m Medley – Thiago Simon (53s07) 200m Livre – João de Lucca (1m43s19) 200m Livre – Nicolas Oliveira (1m43s74) 100m Costas – Etiene Medeiros (57s53) 100m Costas – Guilherme Guido (50s49) 100m borboleta – Etiene Medeiros (57s40) *100m borboleta – Daynara de Paula (57s64) e Daiene Dias (57s64) 100m borboleta – Marcos Macêdo (50s06) 100m borboleta – Nicholas Santos (50s60) 200m Peito – Thiago Simon (2m04s28) 200m Peito – Felipe França Silva (2m04s50) 50m Livre – Etiene Medeiros (24s15) 50m Livre – Larissa Oliveira (24s41) 50m Livre – Cesar Cielo (20s68) 50m Livre – Bruno Fratus (21s40) 400m Medley – Thiago Simon (4m06s38) 200m Borboleta – Leonardo de Deus (1m53s11) 200m Borboleta – Lucas Salatta (1m53s12) 100m Peito – Felipe França (56s25) 100m Peito – Felipe Lima (57s99) 50m Costas – Etiene Medeiros (26s41) 50m Borboleta – Nicholas Santos (22s43) 50m Borboleta – Cesar Cielo (22s46) 200m Medley – Thiago Simon (1m54s53) 200m Medley – Henrique Rodrigues (1m56s11) Rev. 4x200m Livre Fem – 7m48s90 – Larissa Oliveira, Jessica Cavalheiro, Manuella Lyrio e Giovanna Diamante Rev. 4x200m Livre Masc – 6m58s55 – João de Lucca, Nicolas Oliveira, Gustavo Godoy e Fernando Ernesto.