CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Natação

01/07/2011 00:00:00

Cesar Cielo Filho, Nicholas dos Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked


Rio de Janeiro / RJ – A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos – CBDA seguindo o que determina o Código (...)

Rio de Janeiro / RJ – A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos - CBDA seguindo o que determina o Código Mundial Anti-Doping vem tornar público que os exames dos nadadores Cesar Cielo Filho, Nicholas Santos e Henrique Barbosa, do Flamengo, e Vinícius Waked, do Minas Tênis, em controle realizado por ocasião do Campeonato Brasileiro - Troféu Maria Lenk de Natação, e analisados pelo Laboratório INRS – Institut Armand Frappier, no Canadá, credenciado pela Agência Mundial Antidoping, acusou resultado analítico adverso para a substância  Furosemida, da classe S5 Diuréticos.

O Painel de Controle de Doping instaurado pela CBDA na sexta-feira, 01/07, presidido pelo Prof. Dr. Eduardo de Rose e também composto pela Dra. Sandra Soldan, Dr. Marcus Bernhoeft e o Dr. Cláudio Cardone considerou o histórico dos atletas e o regulamento da Federação Internacional de Natação.

Os quatro atletas declinaram do direito de realização da amostra B. Os referidos atletas definiram com precisão como o diurético entrou no organismo, restando comprovado que não houve aumento dos seus desempenhos nesta competição.

O painel, dentro do espírito da legislção da Federação Internacional de Natação – FINA, notadamente na regra DC 10.4, optou por uma advertência aos quatro atletas uma vez que não foi identificada culpa ou negligência por parte dos mesmos no episódio.

De acordo com a regra DC 9 da FINA, os altetas perdem os resultados, prêmios, certificados e medalhas alcançados obtidos no Troféu Maria Lenk de Natação. 

A documentação que embasa as decisões descritas acima foi encaminhada à FINA nesta sexta-feira, 1/07.

Atenciosamente,