CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Últimos destaques

03/08/2017 15:55:10

Criação do Comitê Técnico de Arbitragem de Polo Aquático

Rio de Janeiro, 3 de agosto de 2017

BOLETIM Nº 179/2017
JFCPS

REFERENTE:
Comitê Técnico de Arbitragem de Polo Aquático

A CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE DESPORTOS AQUÁTICOS – CBDA vem por meio deste, comunicar a criação do Comitê Técnico de Arbitragem de Polo Aquático, composto por profissionais com larga experiência no tema e currículo internacional, com as seguintes atribuições:

1.  Elaborar e implementar o projeto anual de capacitação e reciclagem de árbitros, objetivando a equalização técnica e a ampliação gradativa do nº de árbitros no Brasil, garantindo maior isonomia de critérios e aderência às regras da FINA nas competições de polo aquático;
2.  Elaborar e implementar o processo de avaliação de árbitros nas competições nacionais de polo aquático;
3.  Promover o intercâmbio de conhecimento técnico em arbitragem, mantendo o quadro nacional de árbitros atualizado em relação às melhores práticas internacionais.
4.  Manter um canal de diálogo aberto com clubes, treinadores, atletas e árbitros da modalidade, definindo caminhos e estratégias aderentes à visão da comunidade do polo sobre o tema.
5.  Definiro quadro de arbitragem composto por coordenador de mesa, delegado (s) avaliador(es), árbitros e mesários a estar presente em competições nacionais, sob a aprovação e direção da CBDA.
6.  Definir e indicar,anualmente, os árbitros brasileiros para compor o quadro de arbitragem da FINA.
7.  Realizar clínicas, palestras e workshops em diferentes Estados para a formação e reciclagem de árbitros.

Delegados integrantes:
·  DecioPatelli Jr.
·  Denis Danelon de Carvalho
·  Raul Alberto Rasmusen Amaya
·  José Werner da Silva Neto
·  Klauss Lellis Celadon

Coordenação:
Klaus Lellis Celadon – [email protected]

Atenciosamente,

João Francisco de Carvalho Pinto Santos
Diretor de Polo Aquático

Miguel Carlos Cagnoni
Presidente