CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Saltos Ornamentais

10/11/2017 18:44:12

ASF dispara na liderança do Brasileiro Interclubes de saltos ornamentais


Equipe de Brasília tem mais que o dobro de pontos da segunda colocada.

Foto: CBDA/Divulgação ASF dispara na liderança do Brasileiro Interclubes de saltos ornamentais
10/11/2017 18:44:12

(Gama, 10 de novembro de 2017) A Associação Salto para o Futuro (ASF) disparou na liderança do Campeonato Brasileiro Interclubes Grupos C e D de saltos ornamentais. Após as disputas desta sexta-feira (10), a equipe brasiliense abriu mais de 150 pontos para a segunda colocada e caminha rumo ao título da competição.

Depois de seis provas realizadas nesta sexta-feira, a ASF soma incríveis 302 pontos, 152 à frente da Associação Brasiliense de Saltos Ornamentais (ABRASSO), que tem 150. O Instituto Pró-Brasil Centro Olímpico do Gama vem em terceiro lugar com 144 pontos seguido de perto pelo Grêmio CIEF que já soma 141.

As disputas começaram na manhã desta sexta-feira com a prova de plataforma para os meninos de até 11 anos (Grupo D). Após as apresentações, melhor para o atleta do Grêmio Cief José Arthur Abrantes, que somou 208,40 pontos e levou a medalha de ouro. Em segundo lugar ficou Miguel Cardoso, da ASF, e, em terceiro, Gabriel Lubas, da ABRASSO.

Depois da competição para os meninos, foi a vez das meninas do Grupo D do trampolim de 3 metros entrarem em ação. Maria Paula Vieira, da ASF, levou a melhor e somou 200,65 pontos para garantir a medalha de ouro. Heloá Camelo, do Centro Olímpico do Gama, ficou em segundo ao somar 185,05 pontos e Luna Montesuma, da ASF, completou o pódio com a somatória de 170,30.

Ainda na parte da manhã, Rafael Max, do Centro Olímpico do Gama, não deu chances aos seus concorrentes e, com a soma de 302,05 pontos, venceu a disputa do trampolim de 1m para os meninos de 12 e 13 anos (Grupo C). Rafael Fogaça, da ABRASSO, ficou em segundo com 268,65 pontos e Rafael Borges, da ASF, terminou em terceiro com 258,85 pontos.

Já no período da tarde, na prova de trampolim de 1 metro feminino para meninas de 12 e 13 anos (Grupo C), Paula Raíssa, da ASF, levou a melhor ao somar 195,45 pontos. Kayllane Reis, da ABRASSO, ficou em segundo ao fazer 190,95 pontos, e Catherine Cavalcante, da ASF, terminou em terceiro ao fazer 183,95 pontos.

Depois foi a vez das meninas da plataforma para atletas até 11 anos disputarem o título. Após ficar com a medalha de prata pela manhã, Heloá Camelo, do Centro Olímpico do Gama, fez bonito para conquistar o ouro ao somar 202,30 pontos. Luna Montesuma e Maria Paula Vieira ficaram com a prata e o bronze, respectivamente.

Na última prova do dia, Rafael Max e Rafael Fogaça, ouro e prata no trampolim de 1 metro, respectivamente, no período da manhã, uniram forças para a prova do mesmo aparelho, mas, desta vez, sincronizado. A dupla somou 226,59 pontos e levou a medalha de ouro. João Pedro e José Arthur ficaram com a prata e Matteo Rocha e Rafael Borges com o bronze.

As disputas seguem neste sábado apenas no período da manhã. A competição é realizada em uma parceria da CBDA e os Correios, com o Comitê Brasileiro de Clubes, o Instituto Pró-Brasil, o Ministério do Esporte e a Lei de Incentivo ao Esporte.

Veja a programação deste sábado:

09:00 – 12:00  Trampolim de 1m Masculino Grupo D

Trampolim de 3m Feminino Grupo C

Plataforma Masculino Grupo C


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

Os Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA