CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Saltos Ornamentais

31/07/2018 16:41:44

Brasil encerra participação no Campeonato Mundial Júnior de Saltos Ornamentais


Luis Felipe Moura foi o destaque da seleção brasileira na competição.

Foto: CBDA/Divulgação Brasil encerra participação no Campeonato Mundial Júnior de Saltos Ornamentais
31/07/2018 16:41:44

(Rio de Janeiro, 31 de julho de 2018) O Brasil encerrou, no último domingo (29), sua participação no Campeonato Mundial Júnior de Saltos Ornamentais, realizado em Kiev, na Ucrânia. O destaque da equipe foi para a participação de Luis Felipe Moura, que obteve uma vaga na final na prova de trampolim de 1 metro.

A seleção brasileira foi representada por Rafael Max Almeida (Grupo B), Anna Lucia dos Santos e Rebeca Santana (Grupo A), Kawan Pereira, Luis Felipe Moura (Grupo A). Luis, inclusive, obteve o melhor resultado do Brasil. O atleta ficou na 11º colocação na prova de trampolim de 1m com 422,90 pontos. Confira todos os resultados da equipe brasileira ao fim do texto.

De acordo com o técnico da seleção brasileira júnior, Gabriel Rodrigues, o desempenho dos brasileiros na competição foi animador, já que o Brasil foi para o Mundial com uma equipe bastante jovem e que pode participar de outras edições da competição.

“Enfrentamos as maiores e melhores potencias do esporte do mundo. Nossa equipe tinha dois atletas que já haviam participado na edição anterior e três estreantes. Além da final do Luis, ele e o Kawan Pereira ficaram a apenas 4 pontos do 4º lugar nos 3m sincronizados, sendo uma das duplas mais novas da prova. Da equipe que levamos ao Mundial, apenas a Anna Lucia não compete mais Mundial, foi seu último. Os outros quatro integrantes ainda têm a oportunidade de, pelo menos, mais uma participação na competição”, disse.

Confira os resultados dos brasileiros em suas provas

Rafael Almeida:

1m - 20•(23)- 310,50 pts.

3m- 27•(29)- 325,60 pts.

Plat-26•(26)- 259,45 pts.

Ana Lucia dos Santos:

1m- 20•(35) - 335,75 pts.

3m- 18•(35) - 366,20 pts.

Plat.- 27•(28) - 271,70 pts.

Sincro- 13•(15) - 214,65 pts.

Rebeca Santana:

1m- 28•(35) - 310 pts.

3m- 29•(35) - 327,65 pts.

Plat.- 25•(28) - 291,10 pts.

Luís Felipe Moura:

1m- 11•(38) - 422,90 pts.

3m- 24•(46) - 446,35 pts.

Plat.- 31•(39) - 364,65 pts.

Sincro- 8•(19) - 258,12 pts.

Kawan Pereira:

1m- 21•(38) - 395,65 pts.

3m- 17•(46) - 463,70 pts.

Plat.- 22•(39) - 398,40 pts.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA