CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Saltos Ornamentais

20/03/2019 17:23:30

Ingrid Oliveira repete índice para Mundial e Grand Prix no primeiro dia de Troféu Brasil de Saltos Ornamentais


Ian Matos, no trampolim de 3m, e Kawan Pereira e Luis Felipe Moura, no 1m, garantiram os índices em Brasília

Foto: Divulgação/CBDA Ingrid Oliveira repete índice para Mundial e Grand Prix no primeiro dia de Troféu Brasil de Saltos Ornamentais
20/03/2019 17:23:30

(Rio de Janeiro, 20 de março de 2019) A atleta Ingrid Oliveira, do Fluminense, repetiu seu índice A para o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos e para o Grand Prix da Fina, nesta quarta-feira (20), primeiro dia de competições do Troféu Brasil de Saltos Ornamentais, realizado na UNB, em Brasília. No masculino, Ian Matos, Kawan Pereira e Luis Felipe Moura conquistaram os índices B para as mesmas competições.

Destaque na plataforma, Ingrid Oliveira manteve sua hegemonia na prova. Ela somou 297,55 pontos para levar mais um título de Troféu Brasil e garantir participação no Mundial de Gwangju, na Coreia do Sul. Andressa Mendes, do IPB, terminou em segundo (281,50) e Giovana Pedroso, também do IPB, em terceiro (240,45)

Para ser campeão do trampolim de 3m, Ian somou 387,60 pontos na final realizada nesta quarta-feira. Ele bateu duas revelações da modalidade no Brasil: Luis Felipe Moura (364,55) e Kawan Pereira (357,50), ambos do IPB, terminaram com a prata e com o bronze, respectivamente. Com o resultado, Ian obteve o índice B para o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos e para o Grand Prix da Fina.

Na prova que encerrou as disputas desta quarta-feira, Kawan Pereira e Luis Felipe Moura obtiveram os índices B. Eles conquistaram ouro e prata, respectivamente, no trampolim de 3m. Kawan levou o ouro com 365,20 pontos e Luis Felipe com 326,30. O índice B era de 315,90. Jackson Rondinelli terminou com o bronze.

A competição segue nesta quinta-feira com as provas: trampolim 1m e 3m feminino e plataforma masculino. O Troféu Brasil de Saltos Ornamentais é fruto de uma parceria entre a CBDA e a Saltos Brasil, com apoio do Ministério do Esporte.


Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA)

Fundada como Confederação Brasileira de Natação (CBN), em 21 de outubro de 1977, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos completou 40 anos de fundação, em 2017. Atualmente, o presidente da CBDA é Miguel Cagnoni.

A nomenclatura foi mudada em 1988 para adequação, já que a CBDA administra cinco modalidades: natação, maratona aquática, pólo aquático, saltos ornamentais e nado sincronizado. A CBDA, atualmente, tem todos os 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal, como federações filiadas.

O Correios, patrocinador oficial da entidade, é parceiro da Confederação desde 1991 e é parte de todas as medalhas e formação de novos atletas nas cinco modalidades.


Departamento de Comunicação - CBDA