Notícias

Brasil supera recorde sul-americano do Pan/99

25/03/2007

Melbourne/AUS –  A nova geração da natação brasileira superou um recorde brasileiro e sul-americano histórico e que deu a medalha de ouro do revezamento 4x100m livre masculino nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg. O quarteto, constituído por César Cielo, Nicolas Oliveira, Rodrigo Castro e Thiago Pereira fez 3m17s03 na final da prova pelo 12º Mundial de Esportes Aquáticos de Melbourne, e baixou em 15 centésimos a marca de Fernando “Xuxa” Scherer, César Quintaes, André Cordeiro e Gustavo Borges, em 1999.

Já nas eliminatórias, a equipe brasileira, com outra formação – Eduardo Deboni no lugar de Thiago Pereira, com Rodrigo fechando o revezamento – conseguira a vaga na final e o carimbo para o passaporte olímpico. O tempo da manhã – 3m18s00 – era o terceiro da história, no Brasil, atrás somente da marca de Winnipeg e da medalha de bronze dos Jogos Olímpicos de Sydney – 3m17s40 – com dois jovens como estes de agora (Edvaldo Valério e Carlos Jayme) ao lado dos consagrados Xuxa e Borges.

César Cielo, o primeiro a cair, fez 48s63, a dois centésimos de seu recorde sul-americano da distância. Ele deixou o time em terceiro, atrás de Michael Phelps, dos EUA (48s42), e de Brent Hayden, do Canadá (48s55), numa prévia da prova nos Jogos Pan-Americanos. Já Nicolas Oliveira, o segundo na piscina, melhorou ainda mais a posição, subindo para o segundo posto, atrás somente do americano Neil Walker. Mas a prova foi muito forte e apesar de ter melhorado o tempo da manhã, o time foi perdendo espaço e terminou na 8ª posição. O vencedor foram os Estados Unidos, que com 3m12s72, superou o próprio recorde de campeonato, do Mundial de Montreal, em 2005, que era de 3m13s77.

- Deu um pouco de frustação de não ter conquistado medalha, mas o Brasil está no caminho certo e temos de nos orgulhar de ter batido um recorde sul-americano numa competição tão forte – disse Rodrigo Castro, o mais experiente do grupo. Já Thiago Pereira, que fechou o reveza, conta como foi entrar na última hora.

- Fui avisado após as eliminatórias e fui pro hotel me raspar. Apesar da colocação, valeu pelo recorde superado e também pela vaga olímpica (conquistada nas eliminatórias, com Eduardo Deboni no time). Aos poucos vamos demonstrando que temos condições de substituir a geração de Gustavo e Scherer e vamos tentar em Pequim, a medalha que faltou em Atenas – concluiu Thiago.

O recordista sul-americano dos 100m livre, César Cielo, estava satisfeito com o rendimento do quarteto.

- Melhoramos em quase um segundo o tempo da  manhã. O nosso objetivo aqui foi alcançado nas eliminatórias, que era a vaga olímpica e ainda alcançamos a final da prova. O Gustavo, que está assistindo a competição, vem nos dando sorte. Treinei com ele, meu ídolo, no Pinheiros,  e aprendi com a geração anterior que nada vem fácil, tem que treinar bastante – afirmou Cielo. Já Nicolas, que em seu primeiro Mundial não tem se intimidado com os astros do esporte, também estava feliz.

- Este foi o primeiro passo visando Jogos Pan-Americanos e Olímpicos. Era a primeira vez que esta formação caía na água, mas conheço a turma toda do clube e das competições no Brasil e com isto não dá para estranhar – disse o tranqüilo Nicolas.

Na versão feminina dos 4x100m livre, uma disputa emocionante entre australianas e americanas, deu a vitória para as anfitriãs. A Austrália superou o recorde de campeonato, com 3m35s48. A antiga marca também era australiana, 3m37s32 de Montreal/2005.

A argentina Georgina Bardach superou o recorde sul-americano dos 200m medley, com 2m15s08, baixando em 35 centésimos, a antiga marca continental, que pertencia a brasileira Joanna Maranhão, de 2m15s43, em 2004. Georgina se classificou para a final com o 8º tempo. A campeã mundial Kathryn Hoff, dos EUA, vai firme e forte rumo ao Bi e sairá na raia 4 na final, depois do melhor tempo das semifinais.

Nos 400m livre feminino, a recordista mundial da prova, a francesa Laure Manaudou, confirmou o favoritismo e sagrou-se campeã mundial, baixando ainda mais o recorde de campeonato, que já havia quebrado nas eliminatórias. Manaudou fez agora 4m02s61 contra 4m05m29 das seletivas. Seu recorde mundial é de 4m02s13 de agosto do ano passado.

Já no masculino, o australiano Grant Hackett, campeão mundial da prova em Montreal e atual vice-campeão olímpico, foi surpreendido em casa pelo coreano Tae Park. Hackett teve que se contentar com o bronze, atrás ainda do tunisiano Oussama Melouli, terceiro colocado há dois anos. 

Na semifinal dos 50m borboleta, o sul-africano Roland Schoeman, recordista mundial da prova, fez o melhor tempo, com 23s18, a 22 centésimos de seu recorde  mundial. Já na semifinal dos 100m borboleta feminino, a raia 4 da final de amanhã será da australiana Jessicah Schipper, campeã mundial em 2005, com 57s57.

E na semifinal dos 100m peito, o eterno duelo entre o japonês Kosuke Kitajima, campeão olímpico em Atenas/2004, e o americano Brendan Hansen, campeão mundial em 2005, quando deixou o vice-campeonato exatamente para o japonês. Kitajima manteve a primeira colocação das eliminatórias, deixando Hansen em segundo. A final de amanhã (seg, 26/3) promete.
 
Resultados 1ª etapa (25/3)
100m borboleta fem (semifinal)
– Melhor tempo para a final de Jessicah Schipper, da Austrália, com 57s57.
400m livre masc (final) – 1) Tae Hwan Park – Coréia – 3m44s30 / 2) Oussama Mellouli – Tunísia – 3m45s12 /  3) Grant Hackett – Austrália – 3m45s43
200m medley fem (semifinal) – Melhor tempo para a final de Kathryn Hoff, dos EUA, com 2m11s75. A argentina Georgina Bardach, com o 8º tempo, superou o recorde sul-americano, com 2m15s08.
50m borboleta masc (semifinal) – Melhor tempo para a final do sul-africano Roland Schoeman, com 23s18
400m livre fem (final) – 1) Laure Manaudou – França – 4m02s61 (recorde de campeonato) /  2) Otylia  Jedrzejczak – Polônia – 4m04s23 / 3) Ai Shibata – Japão – 4m05s19
100m peito masc (semifinal) – Melhor tempo para a final com o japonês Kosuke Kitajima, com 1m00s05.
4x100m livre fem (final)  – 1) Austrália (Lisbeth Lenton, Melanie Schlanger, Shayne Reese e Jodie Henry) – 3m35s48 (recorde de campeonato) / 2) EUA – 3m35s68 / 3) Holanda  – 3m36s81
4x100m livre masc (final) – 1) EUA (Michael Phelps, Neil Walker, Cullen Jones e Jasen Lezak) – 3m12s72 (recorde de campeonato) /  2) Itália  – 3m14s04 /  3) França – 3m14s68  /  8) Brasil (César Cielo, Nicolas Oliveira, Rodrigo Castro e Thiago Pereira) – 3m17s03 (recorde brasileiro e sul-americano)


Programação brasileira nos próximos dias em Melbourne – hora de Brasília:


Dia 25/3 – Saltos Ornamentais – Eliminatórias da Plataforma sincronizada masculina – 23h (Hugo e Cassius)
Natação:
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Semifinal dos 100m Borboleta Fem / Final dos 400m Livre  Masc / Semifinal dos 200m Medley Fem / Semifinal dos 50m Borboleta Masc / Final dos 400m Livre Fem / Semifinal dos 100m Peito Masc  / Final dos 4x100m Livre Fem / Final dos  4x100m Livre Masc (Brasil).
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h =: 100m Costas fem (Fabíola Molina) / 200m Livre masc (Nicolas Oliveira e Rodrigo Castro) / 100m Peito fem (sem brasileiras) / 100m Costas masc (Leonardo Guedes e Thiago Pereira) / 1500m Livre fem (sem brasileiras)

Dia 26/3 – Pólo Aquático Feminino = Brasil x o perdedor de Grécia x Nova Zelândia, às 22h40.
Saltos Ornamentais = Final da Plataforma Sincronizada masculina – 4h
Natação:
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Final dos 100m Peito masc / Final dos 100m Borboleta fem / Semifinal dos 100m Costas masc / Semifinal dos 100m Peito Fem / Final dos 50m Borboleta masc / Semifinal dos 100m Costas fem / Semifinal dos 200m Livre masc / Final dos 200m Medley fem
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 50m P masc (Felipe Lima e Henrique Barbosa) / 200m Borboleta Masc / 200m Livre Fem (sem brasileiras) / 800m Livre masc (Armando Negreiros e Felipe May Araújo)

Dia 27/3
Natação:
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Final dos 200m Livre masc / Final dos 100m Costas fem / Semifinal dos 50m Peito masc / Final dos 1500m Livre fem / Final dos 100m Costas masc / Semifinal dos 200m Livre fem / Semifinal dos 200m Borboleta masc / Final dos 100m Peito fem
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 50m Costas fem (Fabíola Molina) / 100m Livre masc (César Cielo e Nicolas Oliveira) / 200m Borboleta fem (sem brasileiras) / 200m Medley masc (Thiago Pereira e André Schultz)

Dia 28/3
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Semifinal dos 100m Livre masc / Semifinal dos 50m Costas fem / Final dos 200m Borboleta masc / Final dos 200m Livre fem / Final dos 50m Peito masc / Semifinal dos 200m Borboleta fem / Semifinal dos 200m medley Medley / Final dos 800m Livre masc
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 100m Livre fem (Flavia Delaroli) / 200m Costas masc (André Schultz) / 200m Peito fem (sem brasileiras) / 200m peito masc (Henrique Barbosa) / 4x200m L fem (sem o Brasil)

Dia 29/3
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Semifinal dos 100m Livre fem / Final dos 200m medley masc / Semifinal dos 200m peito fem / Final dos 100m livre masc / Final dos 200m borboleta fem / Semifinal dos 200m peito masc / Final dos 50m costas fem / Semifinal dos 200m costas masc / Final do 4x200m livre fem
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 50m borboleta fem (sem brasileiras) / 50m livre masc (Cielo e Nicolas) / 800m livre fem (sem brasileiras) / 100m borboleta masc (Gabriel Mangabeira e Fernando Silva) / 200m costas fem (sem brasileiras) / 4x200m livre masc (Brasil – Thiago, Rodrigo, Nicolas e Armando)

Dia 30/3
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Final dos 100m Livre fem / Final dos 200m Costas masc / Semifinal dos 50m Borboleta fem / Semifinal dos 50m Livre masc / Final dos 200m Peito fem / Semifinal dos 100m Borboleta masc / Semifinal dos 200m Costas fem / Final dos 200m Peito masc / Final dos 4x200m Livre masc
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 50m Livre fem (Flavia Delaroli) / 50m Costas masc (Leonardo Guedes e Gabriel Mangabeira) / 50m Peito fem (sem brasileiras) / 1500m Livre masc (sem brasileiros) / 4x100m Medley fem (sem o Brasil)

Dia 31/3
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: Final dos 50m Borboleta fem / Final dos 50m Livre masc / Final dos 200m Costas fem / Semifinal dos 50m Peito fem / Final dos 100m Borboleta masc / Semifinal dos 50m Livre fem / Semifinal dos 50m Costas masc (SF) / 800m Livre fem (sem brasileiras) / 4x100m Medley fem (sem o Brasil)
Eliminatórias (transmissão do Sportv) a partir das 21h: 400m Medley masc (Thiago Pereira e André Shultz) / 400m Medley fem (sem brasileiras) / 4x100m Medley masc (Brasil)

Dia 01/04
Finais (transmissão do Sportv) a partir das 6h: 50m Costas masc / 50m Peito  fem / 400m Medley masculino / 50m Livre fem / 1500m Livre masc / 400m Medley fem / 4x100m Medley masc



 

Souza Santos

Compartilhar:

Patrocinadores