A nova marca da CBDA é a marca dos Brasileiros nos Esportes Aquáticos

Notícias

Thiago, ouro e recorde

12/06/2004

Atenas (Gre) – Thiago Pereira encerrou sua participação no Evento Teste da Natação, em Atenas, neste sábado (12/06), em grande estilo. Além de ganhar o ouro nos 200m medley, seu  tempo de 1m59s48 é o novo recorde sul-americano e o segundo lugar do ranking mundial em 2004. O antigo recorde continental, também de Thiago, era de 1m59s92. Mesmo cansado após um mês intenso de treinamento e competições, Thiago se superou. Seu técnico, Omar Gonzalez,  disse que ele passou no teste para a maratona final: os Jogos Olímpicos.

- Foi excelente. Já o estou colocando para fazer um esforço a mais. Em agosto, ele vai enfrentar eliminatórias, semifinal e final com enorme pressão psicológica. Aqui, nós o inscrevemos nos 400m medley e, logo em seguida, nos 100m borboleta. Em um dia e meio teve que nadar uma metragem alta, tendo que lidar com o cansaço, a ansiedade para voltar para casa, etc. No Brasileiro Júnior, no final deste mês, será a mesma coisa. Provas seguidas em curto espaço de tempo. Cada vez mais suas chances de final olímpica aumentam, mas ele vai ter que estar preparado para lidar com todos os aspectos de uma competição como os Jogos de Atenas  – explicou.   

Thiago já saiu do bloco na frente. Ele liderou a prova desde o início chegando com mais de dois minutos de diferença para o segundo colocado, o grego Ioannis Drymonakos (2m02s41).

- Foi cansativo, mas muito bom. No final foi duro, estava muito cansado! O importante é que fiz bons tempos e agora temos mais dois meses pela frente para treinar e vamos ver o que acontece nos Jogos – disse Thiago. A  marca do brasileiro só perde para o 1m56s80 do americano Michael Phelps e passa a do austríaco Markus Rogan, 1m59s79.

Joanna Maranhão também levou o Brasil ao ouro. Ela venceu os 400m medley, com 4m43s59. A grega Vasiliki Aggelopoulou bem que tentou fezer uma prova dura com Joanna e chegou a estar na frente, até o estilo borboleta, mas na virada para o costas a brasileira “ligou o turbo” e depois esperou as adversárias na chegada, pois Vasiliki foi a segunda a bater na placa em 4m50s82.

Ouro também para o time de 4x100m medley masculino composto por Rogério Romero, Eduardo Fischer, Kaio Márcio e Jáder Souza. O quarteto marcou 3m44s60, contra os 3m47s77 da África do Sul e 4m12s54 do time grego. Romero, sem descanso da prova anterior (100m costas) entregou para Fischer um pouco atrás do sul-africano Gerhard Zandeberg. Fischer encostou em Terence Parkin ainda nos 25 metros e abriu distância para Kaio, que em boa forma só precisou deixar espaço para Jáder Souza evoluir e ganhar.
O técnico de Kaio Márcio, Leodegário Arruda, se disse empolgado com todos os resultados apresentados pelo atleta.

- Ficamos muito felizes. Ele está esgotado, fora de temporada e conseguiu ter esse desempenho excelente, quando estiver nos seus 100 por cento, pode ir muitíssimo bem nas Olimpíadas – explicou.

Dobradinha brasileira de prata e bronze nos 50m livre feminino com Flávia Delaroli-Cazziolato e Rebeca Gusmão. Flávia marcou 25s58 e Rebeca, 25s88. A vencedora foi a inglesa Alison Sheppard, com 25s45. 


Muitos pódios em duas semanas – A equipe brasileira conquistou, no último dia de provas na Grécia, 3 medalhas de ouro, 1 de prata e 1 de bronze, em um total de 19 pódios no Evento Teste (7 ouro, 8 prata, 4 bronze). Somadas as disputas da etapa de Canet do Circuito Mare Nostrum e o Evento Teste em Atenas, a equipe brasileira ganhou 29 medalhas ( 9 ouro, 10 prata e 10 bronze).

Nunca uma seleção brasileira olímpica de natação fez uma preparação sequer semelhante a que foi realizada este ano. Os atletas passaram 21 dias treinando em altitude, na cidade espanhola de Sierra Nevada, e depois emendaram em duas competições internacionais. Um total de 34 dias fora de seus clubes e casas. 

Com o final do Evento Teste, termina a fase de treinamento da seleção brasileira de natação no exterior. Agora, está em estudo um outro treinamento conjunto, de cerca de uma semana no mês de julho, mas em território brasileiro. No final deste mês de junho a FINA divulga quais países ocuparão as vagas restantes nos revezamentos e toda a equipe completa de nadadores parte no dia 1º de agosto para Rio Maior, em Portugal, para a fase de aclimatação que antecede os Jogos Olímpicos. No dia 14 de agosto, começam as provas no Centro Aquático Olímpico.


Resultados – 12/06/04 (finais)
50m livre fem
– 1o Alison Sheppard – Gbr (24s45) / 2o Flávia Delaroli (25s58)/ 3o Rebeca Gusmão (25s88)
200m medley masc – 1o Thiago Pereira (1m59s48)/ 2o Ioannis Drymonakos – Gre (2m02s41) / 3o Ionnis Kokkodis – Gre (2m03s70) / 5o Diogo Yabe (2m04s59)
400m medley fem – 1o Joanna Maranhão (4m43s59) / 2o Vasiliki Aggelopoulou – Gre (4m50s82)/ 3o Athina Tzavella – Gre (5m00s70)
200m peito masc – 1o Slawomir Kuczko – Pol (2m17s04) / 2o Terence Parkin – Rsa (2m17s09) / 3o Adrian Turner – Gbr (2m17s51)
200m livre fem – 1o Otylia Jerdrzejczak – Pol (1m58s08)/ 2o Joanne Jackson – Gbr (2m01s84)/ 3o Georgina Lee – Gbr (2m02s46) / 5o Monique Ferreira (2m03s41) / 7o Mariana Brochado (2m04s06)
200m livre masc – 1o Pawel Korzeniowski – Pol (1m49s75)/ 2o Lin Zhang – Chi (1m50s18) / 3o Ross Davenport – Gbr (1m50s44) / 4o Rodrigo Castro (1m51s21) / 7o Rafael Mósca (1m52s84)
100m borboleta fem – 1o Otylia Jerdrzejczak – Pol (1m00s30)/ 2o Eirini Kavarnou – Gre (1m00s83)/ 3o Aleksandra Urbanczyk – Pol (1m01s06)
100m costas masc -1o Tait Gregor – Gbr (56s40) / 2o James Goddard – Gbr (56s50) / 3o Gerhard Zandberg – Rsa (56s53) / 4o Rogério Romero (57s37)
4x100m medley masc – 1o Brasil – 3m44s60 / 2o África do Sul – 3m47s77 / 3o Grécia – 4m12s54

Eliana Alves

Compartilhar:

Patrocinadores

Patrocinadores CBDA