CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Pólo Aquático

16/03/2008 00:00:00

Brasil é campeão com vitória sobre a Venezuela


Sul-Americano 2008

São Paulo/SP – A seleção brasileira de pólo aquático masculino manteve sua hegemonia na América do Sul e conquistou uma vez mais, o título sul-americano, neste domingo, 16/3, na piscina do Pacaembu, em São Paulo/SP. Na decisão, vitória verde-amarela sobre a Venezuela por 15 a 4 (BRA 5 x 1 VEN / 3 x 0 / 5 x 0 / 2 x 3). Na disputa da medalha de bronze, a Colômbia derrotou a Argentina por 8 a 7 (COL 2 x 2 ARG / 2 x 2 / 3 x 2 / 1 x 1).O artilheiro do campeonato foi o jovem Marcelo Franco, do Brasil, com 11 gols em cinco jogos realizados. Logo depois vieram Gabriel Reis, também do Brasil, e o capitão colombiano Jorge Montoya, com 10 gols cada um.O jogo começou fácil para o Brasil que partiu pro ataque de cara. Vicente Henriques, Erik Seegerer e duas vezes Marcelo Franco abriram uma boa vantagem para o Brasil. O venezuelano Simon Botto diminuiu com um golaço à inglesa (de costas pro gol), mas no ataque seguinte, a equipe brasileira teve um penalti a favor, convertido por Vicente Henriques.No segundo período, apesar dos três gols brasileiros, o goleiro Luiz Maurício teve que trabalhar bastante. A Venezuela teve diversas chances, bem defendidas pelo arqueiro brasileiro, autor de alguns “milagres”. O jovem Conrado e os experientes Vicente (em contra-ataque rápido sozinho diante do goleiro) e Erik (belo gol por cobertura) ampliaram a vantagem brasileira.O terceiro quarto foi um “chocolate” brasileiro. O time voltou com tudo e os gols foram saindo naturalmente um após o outro. Sempre com tiros fortíssimos para o desespero do goleiro Francisco Barazarte. Leandro Machado, o Flipper, fez dois gols praticamente iguais, em arremessos cruzados pela esquerda do ataque. Erik, Bruno e o capitão Mameri completaram o marcador neste quarto.Com a vitória garantido veio o relaxamento natural, do que se aproveitou o adversário para diminuir o prejuízo. A Venezuela fez dois gols de cara, mas Bernardo Reis, outro calouro brasileiro, marcou dois gols em contra-ataque, um deles muito bonito, por cobertura. Os venezuelanos ainda fizeram mais um para completar o placar de sua primeira final em Sul-Americanos: Brasil 15 x 4 Venezuela. O jogo marcou a despedida do capitão Daniel Mameri, da Seleção Brasileira.- Quero agradecer a todos os companheiros e técnicos com quem tive o prazer de trabalhar. Estou emocionado e feliz em parar com mais um título – concluiu Mameri, touca #13 do Brasil.

Brasil: 1 – Luiz Maurício Santos (goleiro) / 2 – Vicente Henriques (3) / 3 – Gabriel Reis Rocha / 4 – Lucas Vita / 5 – Marcelo Franco (2) / 6 –  Leandro Machado (Flipper) (2) / 7 – Bernardo Reis Rocha (2) / 8 – Felipe Silva / 9 – Erik Seegerer (3) / 10 – Bruno Nolasco (1) / 11 – Mário Carotini Jr. / 12 – Conrado Bertoluzzi (1) / 13 – Daniel Mameri , capitão (1) / Técnico: Bárbaro Diaz. Venezuela: 1 – Francisco Barazarte / 2 – Joaquin Lopez   / 3 – Eduardo Cortez / 4 – Douglas Espinoza / 5 – Erick Rodulfo / 6 – Alejandro Rodriguez  / 7 – Isais Fernandez (1) / 8 – Simon Botto (1) / 9 – Igor Molina (1) / 10 – Oliver Lopez / 11 – Antonio Pirela (1) / 12 – Jimmy Ferraz  / 13 – Andres Pirela / Técnico: Igor Molina.Numa partida de bom nível técnico e extremamente disputada, a Colômbia assegurou a medalha de bronze ao vencer a Argentina por 8 a 7, repetindo o placar apertada da primeira fase, em que os colombianos venceram por 6 a 5. O jogo foi tão equilibrado que três dos quatro períodos da partida terminaram empatados. Os argentinos chegaram a ter a chance do empate, que levaria o jogo para a prorrogação, quando faltavam 10 segundos, mas a bola bateu na trave.  Colômbia: 1 – Elkin Boitrago / 2 – Jorge Montoya, capitão (2) / 3 –  Maurício Restrepo / 4 – Ricardo Giraldo / 5 – Daniel Madrid / 6 – Francisco Gómez (1) / 7 – John Geiver Andrade (1) / 8 – Jairo Felipe Andrade / 9 – Jaime Alejandro Aguilar / 10 – Andrés Hernandez (3) / 11 – Carlos Marin / 12 – Enzo Hernandez (1) / 13 – .Jose Ochoa. Técnico: Francisco Buitrago.Argentina: 1 – Franco Testa /  2 – Brian Caravantes / 3 – Ivan Benaglia / 4 – Lucas Colonado / 5 – Emannuel Lopez / 6 – Bruno Testa (1)  / 7 – Juan Pablo Montane (1)  / 8 – Gonzalo Echenique (1) / 9 – Ivan Carabantes (3)  / 10 – Eduardo Bareallo / 11 – Ignácio Echenique (1) / 12 – Gastón Kwarteka / 13 – Pablo Waisman. Técnico: Federico Lopez.

Resultados:Dia 12/3 (4ª feira) Pólo Feminino = 10h30 – Venezuela 23 x 1 Chile  / 12h – Brasil 13 x 4 Argentina

Dia 13/3 (5ª feira)Pólo Masculino = 10h30 – Colômbia 6 x 5 Argentina /  12h  - Venezuela 5 x 14 Brasil Pólo Feminino = 15h – Venezuela 10 x 4 Argentina   /  16h30 – Brasil 27 x 3 ChilePólo Masculino = 18h30 – Venezuela 6 x 10 Argentina /  20h – Colômbia 1 x 13 Brasil

Dia 14/3  (6ª feira)Pólo Feminino = 10h30 – Chile 0 x 17 Argentina  / 12h – Brasil 13 x 6 VenezuelaPólo Masculino = 15h – Colômbia 9 x 11 Venezuela /  16h30 – Brasil 11 x 6 Argentina

Dia 15/3 (Sábado)Pólo Feminino = 9h – Semifinal 1 = 2º (Venezuela) 8 x 10  (Argentina) 3º / 10h30 – Semifinal 2 = 1º (Brasil) 25 x 4 (Chile)  4ºPólo Masculino = 12h – Semifinal 1 = 2º (Argentina) 6 x 8 (Venezuela) 3º  /  13h30 –  Semifinal 2 = 1º (Brasil) 16 x 6 (Colômbia) 4º

Dia 16/3 (Domingo)Pólo Feminino = 8h – Disputa do bronze = Venezuela 28 x 0 ChilePólo Masculino = 9h30 – Disputa do bronze = Argentina 7 x 8 ColômbiaPólo Feminino = 11h – Final = Brasil 11 x 3 ArgentinaPólo Masculino = 12h30 - Final = Brasil 15 x 4 Venezuela


2008-03-16 00:00:00