CBDA, Natação, Polo Aquático, Maratonas Aquáticas, Saltos Ornamentais

Pólo Aquático

01/12/2019 15:16:00

Pinheiros domina finais e é campeão no masculino e no feminino da Liga Nacional de Polo Aquático


Equipe de São Paulo venceu o Flamengo e o SESI-SP nas finais feminina e masculina, respectivamente.

Foto: Luiza Moraes/PAB Pinheiros domina finais e é campeão no masculino e no feminino da Liga Nacional de Polo Aquático
01/12/2019 15:16:00

(São Paulo,, 1º de dezembro de 2019) O Pinheiros dominou a Liga Nacional de Polo Aquático 2019. Jogando em casa, a equipe paulista venceu tanto no feminino, quanto no masculino a edição deste ano da principal competição sênior da modalidade. O torneio é organizado pela Liga Polo Aquático Brasil, com apoio da CBDA, via Lei de Incentivo ao Esporte, e do Comitê Brasileiro de Clubes.

Pinheiros e Flamengo fizeram um jogo equilibrado até na hora de decidir os pênaltis. Se durante o jogo, o Pinheiros teve mais volume, o Flamengo concluía melhor as oportunidades para controlar o placar. No fim, as donas da casa empataram a partida em 11 a 11 e levaram às penalidades. Depois de quatro cobranças alternadas, sobrou para a goleira Tatiana Pregolin defender o último chute (3 a 2) e garantir o título do Pinheiros no feminino.

“Foi um jogo belíssimo. Como uma final tem que ser. Durante o jogo, nós tivemos mais volume, mais finalizações, mas não conseguimos fazer o placar. O Flamengo foi muito bem com suas principais jogadoras. Tem um time muito qualificado, mas nós temos um DNA vencedor. Foi o time que mais venceu competições nacionais e temos a melhor goleira. Na hora dos pênaltis, isso pesa”, falou o treinador Ives Alonso.

Mais cedo, na disputa de terceiro lugar, SESI-SP e ABDA proporcionaram um jogo emocionante e definido nos últimos segundos. O SESI-SP levou a melhor e conquistou o bronze por 12 a 11.

O SESI-SP começou o jogo melhor do que o Pinheiros e, nos primeiros minutos, chegou a ter 3 a 1 no placar, mas o Pinheiros mostrou força para empatar e virar o jogo em 4 a 3. Contando com uma grande atuação do goleiro Egon, os donos da casa mantiveram a vantagem no segundo quarto: 5 a 4. Inflamado pela torcida, o Pinheiros continuou pressionando e se manteve a frente do placar até o fim do jogo: 12 a 9.

“É o trabalho de mais de um semestre que nós plantamos. Com o reforço dos estrangeiros, a gente conseguiu ter um poder de fogo muito bom e montar um sistema defensivo também muito efetivo. Graças a Deus deu certo e saímos campeões aqui dentro de casa”, Roberto Chiappini.

Na disputa de terceiro lugar, o Botafogo venceu o Fluminense e garantiu a medalha de bronze na competição.

De acordo com o diretor de Polo Aquático da CBDA, João Santos, os anos de parceria entre a Liga Polo Aquático Brasil e a CBDA tem fortalecido cada vez a modalidade no Brasil.

"Já são alguns anos dessa parceria que tem dado muito certo. A cada ano vemos mais equipes jogando em alto nível aqui no profissional, mas principalmente nas categorias de base. O nosso trabalho é esse e nosso objetivo é fazer o Polo Aquático cada vez maior no Brasil", falou.


Departamento de Comunicação - CBDA